quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Vida Animal: Como Cuidar do seu Gato

Olá Meninas, 
Todas sabem que eu tenho dois gatinhos em casa, e que eles são meus bebês. Eu os cuido com muito carinho e atenção e não deixo faltar nenhuma vacina. Me preocupo realmente com o bem estar deles. E hoje vou dar início a uma série de "conversas" nossas que chamarei de "Vida Animal". Espero que ajudem muitas pessoas com os cuidades devidos a seus animaizinhos de estimação, e como hoje não poderia faltar, vamos começar com os gatinhos...
 
 Meus bebês quando filhotes

Para ser saudável e feliz, um gato precisa:
• de uma dieta balanceada 
• ter acesso ao ar livre 
• de uma cama com cobertor
• de companhia/brincadeiras 
• de cuidados veterinários 
• ser esterilizado
• de cuidados quando você sair de férias 
• ser tosado regularmente.
 

Onde vive seu gato
• Um gato que vive ao ar livre precisa de proteção contra temperaturas altas e baixas.
• Seu gato deve poder entrar e sair de casa durante o dia.
 

Alimentação e Água
• Um gato necessita de uma dieta balanceada e não se desenvolverá com restos. Gatos precisam de mais carne do que cães e uma quantidade maior de proteína e gordura em sua alimentação.
• Há vários tipos de alimentos para gatos disponíveis que fornecem uma dieta balanceada, incluindo enlatados e desidratados.
• Seu gato deve ter acesso à água a qualquer hora, principalmente se for alimentado com desidratados.
• Alimente gatos adultos duas vezes por dia. Filhotes, gatos idosos ou gatas prenhas necessitam de várias  refeições pequenas ao longo do dia.
• Gatos não precisam estar famintos para caçar – é algo que fazem naturalmente, embora brinquedos possam satisfazer essa necessidade.
 

Companhia Humana
• Gatos dão menos trabalho do que cães. Por exemplo: não é preciso passear com eles.
• Dar-lhes atenção demonstra que você se importa.
• Gatos são geralmente independentes e procuram companhia quando querem. Quando seu gato quiser ficar sozinho, ele deve ter acesso a um lugar tranquilo.
 
Eu e Zóio
 Nego

Saúde
• Gatos mantidos em locais sujos podem ficar infestados de vermes, carrapatos, pulgas ou piolhos.
• As áreas de dormir e estar deverão ser mantidas limpas e secas.
• Gatos saudáveis têm pelo brilhante e olhos claros.
• Orelhas e focinhos não devem ter qualquer secreção, sujeira ou infecção.
• Seus dentes devem ser fortes, brancos e não descoloridos. Gengivas inflamadas, se não tratadas, podem causar sofrimento.
• Peça orientação ao veterinário.


Vacinação
• Gatos são vulneráveis a muitas doenças que podem ser perigosas e caras para tratar.
• A vacinação ajuda a prevenir doenças e reduz o risco de infecção para outros gatos.
• Gatos devem ser vermifugados regularmente.
 

Escovação
• Todos os gatos, de pelo longo ou curto, necessitam ser escovados regularmente, o que é uma oportunidade para detectar parasitas.
• Gatos de pelo longo precisam de atenção especial para manter seu pelo desembaraçado.
• A escovação regular ajuda seu gato a se acostumar a ser manipulado.
 

Procriação
• Todos os anos, centenas de milhares de gatos são sacrificados por não haver lares adequados em número suficiente.
• A cada ano, fêmeas podem produzir muitos filhotes. Em seis anos, um casal e suas criaspodem produzir 420.000 filhotes.
• Pela produção e criação constante de filhotes, a saúde da fêmea pode ficarcomprometida.
• Gatas prenhas e lactantes precisam de mais comida.
• Filhotes geralmente mamam por três semanas e gradualmente começam a comer alimentos adicionais.
• A fêmea é naturalmente protetora de sua cria. Deve-se providenciar um lugar calmo para ela.
• Filhotes devem ficar com a mãe até, pelo menos, oito semanas de vida.
• Para evitar filhotes, esterilize seu gato (cirurgia feita por um veterinário).


Esterilização
• Medicamentos e equipamentos veterinários modernos contribuem para cirurgias seguras e de rápida recuperação.
• Pergunte ao veterinário quando seu gato deve ser esterilizado.
• Sua gata não precisa ter filhotes antes de ser esterilizada.
• A castração precoce, a partir de oito semanas de vida, é atualmente aceita como uma ação positiva.
• Uma vez esterilizada, sua gata não mais ficará no cio e não será importunada por gatos machos.
• A esterilização de gatas pode reduzir o risco de tumores mamários.
• Gatos machos não-castrados têm o hábito de exalar um cheiro desagradável para marcar território, o que atrai as fêmeas. A castração diminui esse comportamento.
• A castração também diminui brigas entre felinos rivais.
• Gatos castrados tendem a ser mais afetuosos e a habilidade para caçar não é afetada.
• Em gatos selvagens ou na rua, a marcação ou o corte da ponta da orelha esquerda, enquanto o gato ainda está anestesiado, é a forma universal para identificar se o gato é esterilizado.


Consulte um Veterinário
Lembre que o veterinário pode aconselhá-lo quanto a:
• o tipo de gato mais adequado a seu estilo de vida e suas expectativas
• dieta 
• adestramento do seu gato 
• tratamento contra parasitas 
• vacinação
• esterilização 
• quaisquer outras questões de saúde.
Fonte: